quarta-feira, 19 de março de 2014

Haja potencial

Na vida de cada um de nós há períodos de alegria ímpar, que rejubilam as nossas almas e nos criam recordações incapazes de serem reproduzidas. Estou, obviamente, a referir-me aos períodos de férias. Ao contrário de períodos que antecipamos com grande expectativa como um casamento (em que a alegria vem quando ambos dizem o “sim”, após a noiva já ter batido em três padres e pego fogo a um vestido e ao cabelo da criança das flores) ou o nascimentos de um filho (façam favor de enumerar os momentos de rejubilação constantes no acto de parir sem a presença de drogas), as férias, como acto de mera pasmaceira e actividade cerebral reduzida ao nível de uma batata frita, transportam-nos para um mundo novo onde acreditamos que somos lindos com ramelas, os nossos passos soam a cantos gregorianos e o mundo é a nossa almofada.

Saída do trabalho a horas decadentes, com uma garrafa de vinho na mala para festejar o começo do meu compromisso sério com a minha cama, chego ao meu prédio cuja fechadura havia sido trocada durante a tarde e a nova chave não estava onde o senhorio havia prometido. A minha crença indulgente de que as coisas alguma vez correriam bem à primeira achatou as minhas sobrancelhas ao nariz em segundos com tamanha decepção. Após tentar acordar todos os vizinhos e me aperceber que podia estar a oferecer carros que ninguém me abriria a porta, liguei ao senhorio que fez parecer chamar a guarda republicana uma tarefa mais fácil que falar com ele ensonado e finalmente liguei aos bombeiros que me anunciaram que para me arrebentar a porta sem o mínimo cuidado iriam cobrar 60€. Obviamente que optámos por trepar a parede até ao primeiro andar e caso nos “esmerdássemos” no chão gastávamos os 60€ em muletas e cerveja. Sobrevivemos sem mazelas e comprámos cerveja.

Alegrias têm que ser constantes na nossa vida, então aliei os eventos nocturnos, que me levaram a constatar o fácil que é assaltar a minha casa e como devia deixar bolachinhas à janela para a eventualidade de uma visita, a uma consulta de ginecologia. O único ser vivo que faz uma mulher fugir, mais depressa do que a um ex-namorado bem sucedido é um ginecologista. Vamos lá na expectativa de ouvir que não cheiramos a bacalhau e que não há lá para dentro um gato morto. Isso, que colocam sempre em termos complicados para não nos chamar de urna, é o melhor dos cenários. Após a sensação de um intrínseco jogo de xadrez estar a decorrer entre o médico e os meus ovários, tendo eu, visivelmente perdido, saí de lá com um andar novo e carteira leve.

Nos dias que se seguem irei explorar outras opções de mutilação própria para usufruir ao máximo das minhas férias. Estou a ponderar fazer uma reunião de ex relacionamentos frustrados ou enrolar-me em bacon e correr em frente à embaixada dos EUA.

23 comentários:

  1. Este blog faz definitivamente o meu género. Acho que foi com o jogo de xadrez entre o médico e os teus ovários que me conquistaste de vez. :P

    ResponderEliminar
  2. Opah tão bom... Consigo imaginar tudo aquilo que dizes! O que já me ri com isto. Desculpa. Boas férias e bom descanso. :)

    ResponderEliminar
  3. Quando as pessoas realmente nos conhecem, acho difícil que não reconheçam qual a verdade que o nosso olhar esconde. «até lá lê o que está para lá deles», é mesmo o melhor :)

    Acho que tens as tuas férias muito bem orientadas :p

    ResponderEliminar
  4. O mundo a servir de almofada deve provocar insónias, digo eu, que o prefiro a deitar a língua de fora.
    Sorte a sua por morar num primeiro andar, se fosse o segundo seriam 120 euros e, em caso de queda, só mesmo cadeira de rodas e água lisa no lugar das cervejas, ainda que as muletas pudessem ser úteis, uma para arrear até a partir numa perna do senhorio e a outra para emprestar ao cretino que, certamente, ficava manco.
    Entretanto, entendo bem a sua vocação para passar uns dias de férias transformada em tâmara, mas já não sou tão entusiasta quando a imagino a fazer jogging, ali para os lados de Sete Rios, com tanta poluição.

    ResponderEliminar
  5. ahahah Por acaso não tenho problemas com ginecologistas...

    ResponderEliminar
  6. ahaha adorei o que escreveste, és cá das minhas!

    ResponderEliminar
  7. Após tanta aventura e peripécia, acho que deves ir já de férias atestada de 3 grades de cerveja e um barril de verde tinto. ;))))))))))))

    ResponderEliminar
  8. Adoro a forma como escreves xD até fiquei com pena dos ginecologistas só de ponderar que pode haver quem cheire a bacalhau e esconda gatos mortos :)

    E aproveito, já agora, para agradecer o teu comentário... Obrigada :) *

    ResponderEliminar
  9. Como é que eu não conhecia este blog? Adoro a tua forma de escrever! Resta-me desejar-te boas férias!

    ResponderEliminar
  10. Primeiro pensei que o último post tinha sido um momento de loucura.
    Hoje venho cá e leio este, ando para baixo e leio mais. Ok, escreves mesmo assim! E eu a-d-o-r-o!!!!

    Muito bom =P assim como estar de férias. Já agora, boas férias =P

    ResponderEliminar
  11. Agora quero ver como vou conseguir parar de rir.

    ResponderEliminar
  12. Ahahahah, as visitas desconfortáveis ao Sr. Doutor... Passo pelo mesmo!

    ResponderEliminar
  13. "enrolada em bacon" a transpirar de colesterol é uma excelente imagem... boas férias. :-)

    ResponderEliminar
  14. Muito bom! Projetos arrojados, não? Enrolar-se em bacon... Reunião de ex namorados...

    ResponderEliminar
  15. A roda que é a criatividade de algumas cabeças é sempre uma alegre surpresa.
    Não esperava começar nos primeiros laivos de uns dias de férias e terminar numa qualquer Embaixada, para mais, alusiva ao país, gozando de um valente pedaço de bacon. Há males que vêm por bem :)

    ResponderEliminar
  16. ahahahhaha demais! é mesmo o sentido de humor que encaixa comigo! :)

    ResponderEliminar
  17. ahaha adoro a maneira com escreves :)
    Boas férias*

    ResponderEliminar
  18. Não sei se ainda estás ou não de férias, por isso espero que tenham sido boas e que tenhas descansado bem e que assim continue (caso seja para continuar). :)
    beijinho

    ResponderEliminar