sábado, 8 de fevereiro de 2014

Dieta indiscutivelmente funcional

Milhares de mulheres em todo o mundo se questionam diariamente como podem perder aqueles quilos extra, em busca de um corpo desejado ou na esperança de não atravancar o elevador do prédio. Algumas contam calorias, outras só comem frutas, umas fingem ser vegetarianas para não as chatearem por pedirem sempre salada e outras tentam convencer-se diariamente que não vão comer fast food e quando pedimos um hambúrguer ficam a fixa-lo com um olhar tenebroso de quem preferia que ele caísse ao chão do que estar a presenciar o momento e no meio de tanta saliva e tremeliques acabamos por lhes enfiar o hambúrguer na boca por piedade. Pois tenho a anunciar que descobri o segredo do “perca peso já”!

É um processo de busca interior, tudo começa com o encontrar o ying e o yang, seguido de estarem fartos de trabalhar e se enfiarem num carro com amigos. A jornada começa com a busca de um sítio onde comer, nomeadamente na margem sul, onde têm que ir sem auxílio de gps, apenas por serem levemente idiotas e saírem na saída errada. Uns quilómetros passados, o destino é Sesimbra, perto do mar para purificar a alma e os poros. Tem de haver alguma chuva e neblina para criar ambiente perante tão divina purificação e perca de peso. Entram num restaurante de extraordinário aspecto e serviço, e pedem sem pestanejar umas amêijoas à bulhão pato. Atenção, para executar esta dieta rigorosa precisam de dois amigos com tanta falta de cultura nacional, fome e estupidez como vocês. Desprezando todas as notícias veraneantes sobre bactérias nas amêijoas portuguesas e o facto de ser Fevereiro e nenhuma amêijoa que se preze estar viva e de boa saúde, alambazamo-nos e continuamos a refeição em paz, chafurdando pão na molhanga do bife que acompanha.

Esta é a dieta mais genuína e simples que podem encontrar. Dois dias após todo este ritual mágico, garanto-vos que vão pintar à pistola com uma pinta que nem sabem o vosso nome. A probabilidade é de não só regurgitarem tudo o que comeram no intervalo de tempo como ainda um rim ou vértebra, dando mais espaço para aquela t-shirt bem catita que sempre quiseram enfiar na barriga (retirar órgãos é um negócio crescente em vários pontos do mundo e vocês podem fazê-lo de borla). Também podem, como aqui a vossa amiga, cair a caminho da casa de banho e dar uma marretada na cabeça, desculpa perfeita para ficarem magras e usarem aquela bandolete pindérica que a vossa tia-avó vos deu.


6 comentários:

  1. Espero que estejas melhor :) a sério, admiro mesmo o humor que consegues sempre transmitir aos teus textos

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. Fiquei com uma fome desesperante, caramba!!!

    ResponderEliminar
  3. Ninguém come amêijoas... É quase tão perigoso quanto beber chá em algumas messes. Aliás, ninguém bebe chá!

    Para a próxima, antes de ires comer, partilha a ementa para aprovação. Esquece o sushi, nunca será aprovado.

    ResponderEliminar
  4. Espero que estejas melhor. Pelo menos aprendeste a lição. ;)
    beijinho

    ResponderEliminar
  5. Diarreias e desgosto de amor. É esse o segredo. Melhoras rápidas, ou não, dependendo do que te divertes a (re)ver o que comeste na noite de Consoada.

    Mulher Mesmo de Sonho
    mulhermesmodesonho.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. Se comer bivalves em Fevereiro pode não chegar até o dia 28.

    ResponderEliminar