sábado, 22 de fevereiro de 2014

Avisar que é bom...nada

“Depois da luta entre os deuses, a Terra cai no mar e extingue-se a vida. Mas não eternamente: o mundo reerguer-se-á, novo e fértil, e a dois humanos sobreviventes caberá a tarefa de repovoar o planeta.

Olha que bonito, o mundo acaba hoje e eu, feita parva, fiz compras para o mês inteiro. Os Maias anunciaram que ia acabar o mundo com centenas de anos de antecedência e é perfeitamente lógico, ao ponto de pessoas abandonarem tudo e irem para colinas à espera que extraterrestres os viessem safar (também isso muito lógico). Os desgraçados dos Vikings dedicam-se a fazer o seu calendário, com as suas pragas e fins de mundo (sendo obviamente uns porreiros que pouparam duas pessoas que mesmo que sejam feias que nem breu vão ter que procriar que nem coelhos), e ninguém lhes liga. Onde é que já se viu anunciar o fim do mundo no rodapé das notícias na véspera do evento?

Sinto a presença de algum cepticismo racial. Está certo que os Vikings não eram as pessoas mais corteses de sempre, contudo têm tanto direito de amaldiçoar a civilização como qualquer um. Não percebo bem a parte da Terra cair no mar, vou assumir que é uma metáfora para um cataclismo, porque eu se for desta para melhor à pala de uns fulanos com capacetes cornudos, podem ter a certeza que vou de galochas às bolinhas. Independentemente da civilização antiga em questão, é algo notório que estavam todos de acordo na parte em que de todas as gerações a tramar, tinha que ser a nossa.

9 comentários:

  1. Eu li sobre isso há dias e, mesmo assim, esqueci-me. Vai daí decidi fazer bolachas e agora quem as come? Os Vikings? Raisquilhe. Logo hoje que esteve um dia tão bonito. Nãos e faz.

    PS: observação interessante essa da nossa geração ser a mira dos cataclismos e maldições. De locais tão distintos do mundo apontaram todos para nós :)

    ResponderEliminar
  2. Também tinha lido isto à uns dias, e sinceramente só dá para rir estas coisas.

    ResponderEliminar
  3. «porque eu se for desta para melhor à pala de uns fulanos com capacetes cornudos, podem ter a certeza que vou de galochas às bolinhas» fartei-me de rir com esta parte :p

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  4. hahaha o que me ri agora xD tão verdade pá! Mas é que a dos Maias era bem mais conhecida e publicitada do que a dos Nórdicos...mesmo por causa de toda a misticidade do povo, e tudo mais. Enfim,...sei lá!

    Já te respondi no meu penultimo post ;) Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Pessoalmente acho que esta geração precisa de uma boa "esfregadela". Mas não sejamos radicais.

    ResponderEliminar
  6. «faz parte de mim e porém não é só aquilo que sou», compreendo e identifico-me na totalidade. O facto de termos um blog não implica que contemos tudo sobre nós. Cada um gere o seu conforme o que pretende, mas a verdade é que nunca seremos apenas aquilo que lá publicarmos

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  7. Ahahahah...não sabia que era suposto o mundo ter acabado ontem. Parece-me, no entanto, que a terra não caiu no mar. O mais provável que venha a acontecer é a terra se inundar com tanta chuva. ;) ;)
    beijinho

    ResponderEliminar
  8. ora aí está o tal apocalipse que ouvimos falar...afinal, não era. o mundo segue dentro de minutos. :)

    ResponderEliminar
  9. Os vikings já não são o que eram:

    http://bonstemposhein-jrd.blogspot.pt/2010/07/dos-vikings.html

    ResponderEliminar